A educação física na DEdIC: o jogo como mediador das ações pedagógicas

Débora Jaqueline Farias Fabiani, Reinaldo Naia Cavazani

Resumo


A Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), por meio da sua política institucional, oferece aos dependentes de trabalhadores e estudantes da universidade o acesso à Educação Infantil e à Educação Não Formal. Nesse cenário encontram-se os professores de Educação Física, os quais atendem os programas educativos por meio de ações pedagógicas fundamentadas no jogo. Dessa maneira, o objetivo do presente relato, de natureza qualitativa e descritiva, é apresentar o papel e as ações desenvolvidas pelos professores de educação física (pedagogos do esporte) no sistema educativo DEdIC e em outros programas da UNICAMP. O relato apresentou as práticas pedagógicas desenvolvidas na Educação Infantil e na Educação Não Formal,  bem como o desenvolvimento de ações no campo da formação profissional, como palestras e congressos. Posto isso, pretendeu-se contribuir com as pesquisas sobre a Educação Física no contexto acadêmico, ampliar o debate sobre o protagonismo das crianças, dos adolescentes, dos adultos e dos idosos nos processos de aprendizagem e possibilitar a reflexão sobre o papel do jogo como conhecimento cultural e como mediador das ações pedagógicas.


Palavras-chave


Educação física. Jogo. Educação não formal. EducaçãoiInfantil. Intergeracional.

Texto completo:

PDF

Referências


BOGDAN, Roberto C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução a teoria e aos métodos. Porto: Porto Ed., 1994.

BORBA, Angela Meyer. A participação social das crianças nos grupos de brincadeira: elementos para a compreensão das culturas da infância. Educ. Foco, Juiz de Fora, v. 13, n. 2, p. 139-156, set 2008/fev 2009. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaedufoco/

files/2009/11/Artigo-08-13.2.pdf Acesso em: 12 nov. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Brinquedos e Brincadeiras de creche: manual de orientação pedagógica. Brasília: MEC, 2012.

CAMPOS, Marden Barbosa; BARBIERI, Alisson Flávio. Considerações teóricas sobre as migrações de idosos. Rev. Bras. Est. Pop., Rio de Janeiro, v. 30, Sup., p. S69-S84, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-30982013000400005&

script=sci_arttext. Acesso em: 19 nov. 2015.

BROUGÈRE, Gilles. A criança e a cultura lúdica. In: KISHIMOTO, Tizuko Morchida (Org.). O brincar e suas teorias. São Paulo, SP: Cengage Learning, 1998.

ELKONIN, Daniil B. Psicologia do jogo. 2. ed. São Paulo, SP: WMF Martins Fontes, 2009.

FERRIGNO, José Carlos. A criança e suas relações intergeracionais. In: PARK, Margareth Brandini; FERNANDES, Renata Sieiro. Programa Curumim: memórias, cotidiano e representações. São Paulo, Ed. SESC, 2015.

FREIRE, João Batista; SCAGLIA Alcides José. Educação como prática corporal. São Paulo: Scipione, 2003.

FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo, SP: Scipione, 2010.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade: e outros escritos. São Paulo, SP: Paz e Terra, 1976.

GARCIA, Valéria Aroeira. Educação não formal como acontecimento. Holambra: Setembro, 2015.

KRAMER, Sonia; LEITE, Maria Isabel. Infância: fios e desafios da pesquisa. 9. ed. São Paulo: Papirus, 2007.

MACHADO, Gisele Viola; GALATTI, Larissa Rafaela; PAES; Roberto Rodrigues. Seleção de conteúdos e procedimentos pedagógicos para o ensino do esporte em projetos sociais: reflexões a partir dos jogos esportivos coletivos. Motrivivência, ano 25, n. 39, p. 164-176, dez. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/

view/2175-8042.2012v24n39p164/23401. Acesso em: 14 nov. 2015.

MACHADO, Gisele Viola; GALATTI, Larissa Rafaela; PAES; Roberto Rodrigues. Pedagogia do esporte e o referencial histórico-cultural: interlocução entre teoria e prática. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 2, p. 414-430, jan./mar. 2014. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/24459/16743. Acesso em: 12 nov. 2015.

NAVARRO, Mariana Stoeterau; PRODÓCIMO, Elaine. Brincar e mediação na escola. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v.34, n.3, p. 633-648, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32892012000300008

&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 15 nov. 2015.

PAES, Roberto Rodrigues. Educação física escolar: o esporte como conteúdo pedagógico do ensino fundamental. 1996. 200 f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1996.

PAES, Roberto Rodrigues. Educação física escolar: o esporte como conteúdo pedagógico do Ensino Fundamental. Canoas: Ed. Ulbra, 2002.

REDE NACIONAL PRIMEIRA INFÂNCIA. Plano Nacional pela Primeira Infância. Brasília: [s.n.], 2010.

REVERDITO, Riller Silva; SCAGLIA, Alcides José; PAES, Roberto Rodrigues. Pedagogia do esporte: conceito e cenário contemporâneo. In: REVERDITO, Riller Silva; SCAGLIA, Alcides José; MONTAGNER, Paulo Cesar. Pedagogia do esporte: aspectos conceituais da competição e estudos aplicados. São Paulo: Phorte, 2013.

SAYÃO, Débora. Infância, prática de ensino de Educação Física e Educação Infantil. In: VAZ, Alexandre et al. (Org.). Educação do corpo e formação de professores: reflexões sobre a prática de ensino de Educação Física. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2002.

SARAMAGO, Silvia Sara Sousa. Metodologias de pesquisa empírica com crianças. Sociologia, Problemas e Práticas, Lisboa, n.35, p. 9-29, 2001. Disponível em: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/pdf/spp/n35/n35a01.pdf. Acesso em: 10 nov. 2015.

SOARES, Carmen Lúcia et al. Metodologia do ensino de educação física. 2. ed. rev. São Paulo: Cortez, 2009.

THOMAS, Jack K.; NELSON, Jerry R. Métodos de pesquisa em atividade física. 3 ed. Porto Alegre, RS: Artmed, 2002.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Diretoria Geral de Recursos Humanos. Departamento de Educação Infantil e Complementar. Planes: planejamento estratégico: 2015-2017. Campinas, SP: UNICAMP/DGRH/DEdIC, 2015a.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Diretoria Geral de Recursos Humanos. Departamento de Educação Infantil e Complementar. Projeto Político Pedagógico. Campinas, SP: UNICAMP/DGRH/DEdIC, 2015b.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Diretoria Geral de Recursos Humanos. Departamento de Educação Infantil Complementar. Portal DEdIC. Disponível em:

http://www.dgrh.unicamp.br/dedic. Acesso em: 11 nov. 2015c.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Programa UniversIDADE. Disponível em: http://www.programa-universidade.unicamp.br/. Acesso em: 10 nov. 2015.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

(c) Rev. Saberes Univ., Campinas (SP) - ISSN 2447-9411.