Logo SBU       Logo Unicamp

Exposição: Antonio Candido de Mello e Souza

Exposição de livros especiais
Junho a Agosto
Diretoria de Coleções Especiais e Obras Raras
Biblioteca Central Cesar Lattes – 3º piso

 

(Rio de Janeiro, 24 julho de 1918 – São Paulo,12 maio de 2017)

Escritor, crítico literário, sociólogo e professor.
Antonio Candido de Mello e Souza, filho do médico Aristides Candido de Mello e Souza e de Clarisse Tolentino de Mello e Souza.
Em 1939, ingressou no curso de Direito da Faculdade de Direito do Largo São Francisco e também no curso de Filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Abandona o curso de Direito no quinto ano e conclui o curso de Filosofia em 1942. Nesse mesmo ano, torna-se docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências (FFLC/USP) como assistente de sociologia do professor Fernando de Azevedo (1894- 1974). É aprovado em concurso de literatura brasileira com o título de livre- docente em 1945, e obtém a titulação de doutor em ciências sociais, em 1954, com a tese Os Parceiros do Rio Bonito, publicada em 1964. De 1958 a 1960, leciona literatura brasileira na Faculdade de Filosofia de Assis, São Paulo.
Em 1943 casa-se com Gilda de Mello e Souza, com quem teve três filhas, a escritora Ana Luísa Escorel e as historiadoras Laura de Mello e Souza e Marina de Mello e Souza, esta última definiu o pai como um “humanista acima de tudo”, e que “nesse momento em que a gente vive não só no país, como no mundo, uma situação de extremo retrocesso e de valores e bens que são muito diferentes do humanismo, é importante lembrar que teve gente que dedicou a carreira e o trabalho para construir uma sociedade melhor”.
Antonio Candido, ao lado de Gilberto Freyre (Casa Grande & Senzala), Sérgio Buarque de Holanda (Raízes do Brasil), Caio Prado Jr. (Formação do Brasil Contemporâneo) e Celso Furtado (Formação Econômica do Brasil), foi um dos cinco mais importantes “formadores” do Brasil, com sua obra Formação da Literatura Brasileira, na qual estuda os momentos decisivos da formação do sistema literário brasileiro.

Fontes: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa378/antonio-candido
http://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/12/politica/1494615562_735920.html http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/05/1885549-o-mundo-do-meu-avo-era-o-meu-preferido-rememora- neta-de-candido.shtml
http://www.iea.usp.br/pessoas/pasta-pessoaa/antonio-candido-de-mello-e-souza http://www.brasil247.com/pt/247/cultura/295218/Florestan-Antonio-Candido-foi-alma-mais-linda-que-conheci.htm

 

Mais notícias